grávida com pontos de interrogação colados na barriga

6 mitos sobre a gravidez explicados

Estou Grávida e Agora?

8 de Junho de 2020

Ao longo das 40 semanas da gravidez, o seu corpo muda, tal como a sua rotina diária e os hábitos alimentares. A gravidez é um período cheio de dúvidas e uma explosão de sentimentos. Para começar, não acredite em todas as histórias, opiniões e mitos sobre a gravidez que ouve.

Se tiver alguma dúvida ou se alguma questão lhe causar ansiedade, fale com o seu médico. Só ele a pode ajudar a esclarecer todas as suas dúvidas.

Azia durante a gravidez significa que o meu bebé será cabeludo?

MITO – Ter azia em qualquer momento da gravidez não significa que o bebé vá nascer com muito cabelo. As características do cabelo do bebé são definidas pela genética. A azia é causada pelo refluxo gástrico do estômago que pode agravar-se durante a gravidez devido à pressão exercida sobre toda a área abdominal.

Sexo durante a gravidez pode fazer mal ou magoar o bebé?

MITO (mas atenção para casos específicos) – Se não houver qualquer contra-indicação médica, pode (e deve) manter a sua vida íntima normal. Alguns casais (especialmente o pai) têm receio de magoar o bebé durante a relação sexual e inibem-se. Tais receios são infundados. O bebé está bem protegido no útero, pela bolsa e pelo líquido amniótico.

Contudo, existem situações em que poderá ser aconselhada a não ter relações sexuais (no caso de complicações como uma hemorragia vaginal ou ameaça de parto pré-termo). Na fase final da gravidez, as relações sexuais podem até estimular o trabalho de parto.

Leia mais aqui sobre sexualidade durante a gestação.

Estou grávida, devo comer por dois (ou três)?

MITO – Durante a gravidez é natural que sinta mais fome mas não precisa e não deve comer por dois. A alimentação na gravidez deve ser responsável, saudável e equilibrada por forma a suprir as necessidades nutricionais e energéticas da mãe e garantir o normal desenvolvimento do bebé.

O controlo do peso e a qualidade dos alimentos influenciam a saúde da mãe e também a do bebé. 

Barriga empinada? Vem aí um menino! Barriga redonda? Menina a caminho!

MITO – Não existe qualquer relação entre o sexo do bebé e o formato da barriga da mãe. A forma e o tamanho da barriga varia de acordo com as características genéticas da mãe e a alimentação que faz na gravidez e não com o sexo do bebé.

A minha mãe teve os filhos por cesariana, eu não vou conseguir ter um parto normal?

MITO – O facto da sua mãe ter tido um ou mais filhos por cesariana não quer dizer que o mesmo vá acontecer consigo. Cada parto é um parto, mesmo para filhos da mesma mãe. Cada vez mais, a comunidade obstetra defende o parto natural quando a gravidez decorre sem sobressaltos e está tudo bem com a mãe e o bebé.

Grávida não deve fazer exercício físico

MITO (mas atenção para casos especiais) – A prática regular de exercício físico na gravidez contribui e melhora o estado físico geral, favorece a circulação sanguínea, relaxa o corpo e a mente, aumenta a elasticidade muscular e ainda ajuda a combater a fadiga. Tudo isto será importante para o parto e para a ajudar na recuperação no puerpério.

Durante a gravidez são aconselhadas atividades de baixo impacto (natação, hidroginástica, caminhada, entre outras). Antes de iniciar um programa de exercício físico, consulte o seu médico que a aconselhará sobre a melhor prática de acordo com o seu historial clínico. Tudo tem que ser feito com moderação e equilíbrio!

Artigo escrito pela Equipa Mamãs Sem Dúvidas, com a revisão da Drª Michelle Sister, Médica de Clínica Geral

Ver mais dicas na Academia Online

Partilhar artigo

Artigos Relacionados