GravidezComo ter um sono saudável: dicas para toda a família

Como ter um sono saudável: dicas para toda a família

Uma boa noite de sono faz toda a diferença no nosso bem-estar. Se está interessado em otimizar o seu ambiente de sono – ou mesmo que já tenha um sono naturalmente reparador – aconselhamos que tenha em atenção estes fatores.

As radiações e campos magnéticos

Enquanto adormecemos, e em especial nos nossos ciclos de sono mais leves, estarmos expostos a níveis consideráveis de radiações e campos magnéticos retira-nos qualidade e continuidade de sono e pode levar-nos a despertares.

5 a 10% da população mundial é eletrossensível. De acordo com a OMS, alguns dos sintomas são: insónia, dores de cabeça, irritabilidade e depressão.

Dicas para reduzir radiações no quarto

  • Afaste aparelhos electrónicos do local onde dorme.
  • Desligue a televisão ou outros aparelhos eletrónicos no quarto, preferencialmente desligados da eletricidade, telemóvel em modo voo, ou o mais afastado possível.
  • Prefira modelos de câmaras de vídeo-vigilância de bebés, projetores, rádio-despertadores e difusores que emitam baixa radiação. Um bom exemplo de algo não ofensivo são os aparelhos a pilhas.

A luz

Uma das dúvidas mais frequentes sobre condições para o sono é se a luz é prejudicial.

Na verdade, quando o nosso organismo recebe uma fonte de luz – em especial branca e azul – este fenómeno pode interferir com o nosso ritmo interno circadiano, aumentar o nosso metabolismo corporal geral e suprimir a melatonina. Existem muitos aparelhos que emitem luz azul e, portanto, se passa longos períodos a usar estes aparelhos, deve conter o seu uso pelo menos 2 horas antes de se deitar. Pode também optar pelo uso de filtros de luz azul nos óculos ou películas protetoras para ecrãs. 

As luzes menos ofensivas são as de cores “quentes”: vermelha, laranja e amarela. 

A melhor prática continua a ser tornar o quarto o mais escuro possível. A falta de luz é favorável à produção da melatonina, conhecida como a ”hormona do sono”, cuja função é a de nos tornar mais sonolentos.

Eletricidade Estática

Outro fator que pode influenciar o sono é a eletricidade estática, ou seja, aquela sensação de choque que apanhamos a fechar a porta do automóvel, ou quando despimos uma camisola e o cabelo fica no ar.

Altos níveis de eletricidade estática ao redor do nosso ambiente de sono pode influenciar negativamente a eficácia em adormecermos e a permanecer a dormir. No fundo interfere com o nosso ciclo de sono.

Este fator deve ser cuidado no quarto dos adultos, mas ainda mais no dos bebés e crianças, uma vez que são ainda mais influenciados por isto.

Existem pessoas que sofrem mais com as cargas e descargas de eletricidade estática, devido ao seu estilo de vida e condições ambientais ou laborais, estão mais expostas do que outras. No Inverno por exemplo, sentimos mais devido às roupas que usamos.

Dicas para baixar a eletricidade estática no quarto

Por mais que sejamos cuidadosos, dificilmente iremos erradicar a eletricidade estática, mas devemos tentar diminui-la:

  • Prefira roupa de cama 100% algodão, algodão biológico ou bambu, em detrimento de tecidos laminados, polares, totalmente sintéticos;
  • Evite o pelo dos patudos na cama;
  • Mantenha a pele hidratada;
  • Mantenha humidade no ar, visto que diminui o potencial de eletricidade estática. 

Artigo escrito por Ana Maria Pereira, Terapeuta do Sono

ARTIGOS RECENTES

ARTIGOS RELACIONADOS

Especial Grávida Online

29 de fevereiro às 18h - 19h30 Como funciona? No dia 29 de fevereiro, entre as 18h e as 19h30, contamos consigo no Especial Grávida Online.Ao...

Cadeira da Papa

até 29 de fevereiro   Como funciona?   Está grávida? Participe neste PASSATEMPO e habilite-se a receber uma Cadeira da Papa! 📅 Válido para inscrições até dia 29...
Mamãs Sem Dúvidas - Conteúdo e dicas exclusivas para mamãs

Eu como mulher, mãe e pessoa: autoconhecimento, autoconfiança e autoestima

Quando nasce um bebé nasce uma mãe. Frequentemente focamo-nos no papel de mãe e deixamos para trás a Mulher, a pessoa, esquecida no meio da...