Copo de Água

A importância da água na gravidez

Alimentação/ Nutrição, Gravidez

31 de Agosto de 2020

Estar grávida é um dos mais belos desafios do corpo humano. Podemos quase comparar a gravidez a uma alta competição desportiva: todos os órgãos e sistemas estão a dar o seu máximo para que este novo ser seja um ser verdadeiramente extraordinário.

Tal como um atleta, a futura mãe tem de garantir uma nutrição adequada, sendo a hidratação um dos fatores fundamentais. Alguém conhece um atleta que não esteja sempre bem hidratado?

Na gravidez, esta questão da ingestão de água torna-se ainda mais importante, uma vez que o bebé está envolvido em líquido amniótico e este tem de ser constantemente renovado. No seu mundo aquático, a água é o seu primeiro estímulo sensorial. Sempre na temperatura certa e sempre na quantidade certa, o líquido amniótico protege o bebé tanto de choques, pressões ou contacto com a parede uterina, enquanto ele cresce e se desenvolve.

Uma correta hidratação da grávida ajuda ainda a que o sistema circulatório e renal funcione bem, prevenindo os edemas (inchaços) ou quebras da tensão arterial, muitas vezes desconfortáveis, principalmente no final da gravidez. Ajuda a manter a integridade da pele, tornando-a mais elástica prevenindo as estrias melhor do que algum creme alguma vez o fará.

Essencial no que nos faz por dentro, a água faz-nos bem por fora! A hidroginástica é de todas as formas de exercício físico, a que melhor se adequa à gravidez – aliviar o peso do ventre, as dores nas costas, relaxar e viajarmos também àquele que é, durante 40 semanas, o mundo mágico do bebé.

Por isso pense, quanta água bebeu hoje?

Artigo escrito pela Enfª Sónia Ferreira, Especialista em Saúde Materna e Obstetrícia

Ver mais dicas na Academia Online

Partilhar artigo

Artigos Relacionados