Devemos permitir visitas aos recém-nascidos?

A Chegada do Bebé, O Bebé

26 de Março de 2021

A questão das visitas aos recém-nascidos é um tema que preocupa muitas grávidas e com razão! É especialmente angustiante para as mães de primeira viagem.

Toda a família e amigos querem conhecer o bebé mas será que devo deixar? Onde colocar o limite? Ficarão aborrecidos se eu não permitir visitas?

Antes de mais vamos conhecer alguns factos:

  • Os bebés são recém-nascidos até aos 28 dias de vida, em suma durante o primeiro mês.
  • O sistema imune dos recém-nascidos não está ainda suficientemente desenvolvido e robusto para que possa ser exposto a agressões externas. Este aspecto ganha mais relevância neste momento de pandemia por Covid-19 que vivemos.
  • Os beijinhos, carinhos e outras formas de afecto podem, infelizmente, provocar infeções desnecessárias. Em casos extremos, os recém-nascidos podem ter que ser internados como consequência.
  • A decisão de querer ter ou não visitas é da inteira e exclusiva responsabilidade dos pais. Não devem, de nenhuma forma, sentir-se pressionados! A decisão pode ser diferente de vezes anteriores se nos referimos a uma família com outros filhos!
  • Quando nasce um bebé, nascem também uma mãe e um pai (e um ou mais irmãos, quando estes existem). A nova família necessita tranquilidade e tempo de adaptação a esta dinâmica.

Como Pediatra, recomendaria que:

  • Os pais discutissem esta questão ainda durante a gravidez e chegassem a um acordo para poderem comunicar atempadamente aos familiares e amigos a sua decisão.
  • As visitas deveriam ser apenas as estritamente indispensáveis quer na Maternidade, quer no primeiro mês de vida do bebé.
  • Não se esqueça que, a pesar de poder ser mal interpretada, a saúde dos nossos bebés deve sempre estar em primeiro lugar!

Artigo escrito pela Dra. Inês Claudino, Pediatra e fundadora do projeto Dona Bebé

 

Assista a mais dicas dos nossos especialistas

Partilhar artigo

Artigos Relacionados